Andiroba (Carapa guianensis)

Clareza e discernimento que brota do interior elevando à consciência. Apuro do que precisa ser depurado, maturação e expurgo de elementos dissociativos que se transformam em correntes de força propulsora do magnetismo da vida.

No contato do espírito com a substância, libera-se a cadeia de realizações plasmadoras da imagem pura, a revelação da identidade primordial. O despertar desta força interior traz a irradiação que dispersa os invasores com a afirmação do bem-estar e da harmonia da saúde.

Eu sou a unção do selo sagrado que revela a essência.
Orixá: Obaluaê
Classificação: Mata Virgem – Grandes Árvores

Modo de ser na Natureza: Árvore muito alta, esbelta, de tronco liso, flores brancas, pequeninas, dispostas em cachos. Seus frutos, em forma de ouriços, apresentam sementes com polpa amarga que servem de alimentos aos animaizinhos da floresta como cotias e quatipurus.
Ponto de Força: 6º e 7º chacras – corpo astral – ascendente
Atributos dos Elementos
Atuação da Essência: Depurativa. Vai direto ao foco da dor, apresentando os bloqueios e as regiões que precisam ser trabalhadas, seja no físico ou no sutil. Pela intervenção do eu despertado pela dor, o invasor é eliminado, expurgado e depurado, trabalhando nos níveis amplos e profundos das Grandes Árvores. O estado que se segue a essa purificação vai trazendo à tona a essência interior.
Uso fitoterápico: O óleo extraído das sementes da Andiroba é amplamente utilizado como anti-inflamatório, antifúngico e antitetânico de uso externo e interno. É repelente de insetos e serve de base para diversos unguentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *